BenefíciosEducação

Unir não entrega restaurante no prazo e sonho do ‘almoço mais barato’ dos alunos fica para 2020


Com data marcada para conclusão da obra nesta quarta-feira (20), o restaurante universitário (RU) da Universidade Federal de Rondônia (Unir) ainda deve levar alguns meses para ficar pronto, em Porto Velho. A inauguração do espaço é aguardada com ansiedade pelos acadêmicos. Muitos deles levam marmitas para o campus a fim de economizar na hora do almoço.

Atualmente, duas cantinas atendem a universidade no período diurno. Os preços de prato feito variam entre R$ 6 e R$ 15, segundo os estudantes.

A primeira ordem de serviço para construção do restaurante universitário é de abril de 2014. O contrato terminou no início do ano passado e a obra ficou 17 meses parada. Depois de nova licitação, em maio deste ano, as obras foram retomadas.

Unir não entrega restaurante no prazo e sonho do 'almoço mais barato' dos alunos fica para 2020

A instalação de uma placa com a data de conclusão para 20 de novembro gerou grande expectativa entre os universitários, que comentaram o assunto em postagens nas redes sociais.

A estudante Laura Beatriz, do curso de enfermagem, passa o dia no campus e lamenta o atraso na entrega. “Além de diminuir o preço da comida, o RU facilitaria esse acesso. Me sinto indignada porque todos os alunos tem essa expectativa do RU, está sendo prometido há muito tempo e a gente olhar uma obra desse tamanho embargada o único sentimento é revolta”, disse.

Clique e siga-nos nas redes sociais: WHATSAPP, INSTAGRAM, FACEBOOK e fique sempre informado.

Unir não entrega restaurante no prazo e sonho do 'almoço mais barato' dos alunos fica para 2020

Vinicius de Aguiar, que cursa medicina em período integral, revela como eles e os colegas fazem para economizar nas refeições. “A gente tem que se virar e buscar maneiras mais acessíveis de passar o dia aqui. No caso do bloco de medicina a gente tem essa salinha que é reservada pro Centro Acadêmico e a gente possui uma estrutura com geladeira e micro-ondas que nos possibilita trazer comida de casa”, contou.

De acordo com a Unir, o motivo da paralisação da obra é a demora na entrega da “pele de vidro” da construção.

Unir não entrega restaurante no prazo e sonho do 'almoço mais barato' dos alunos fica para 2020

Após o término da obra, ainda deve ocorrer um processo de escolha do modelo de gestão do restaurante para definir o fornecedor da comida e o preço cobrado.

Outro impasse, segundo a universidade, é a compra do mobiliário para o local, pois a instituição sofre com restrições orçamentárias de capital e investimento. De acordo com a Unir, esses recursos estão sendo buscados com a bancada federal do estado.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar