SaúdeTecnologia

Twitter censura Ministério da Saúde


Na última terça-feira (12), a empresa de tecnologia Twitter censurou uma publicação do Ministério da Saúde, na qual defende o tratamento precoce para o Covid-19.

Na publicação, o Ministério da Saúde esclarece aos brasileiros que “para combater a Covid-19, a orientação é não esperar. Quanto mais cedo começar o tratamento, maiores as chances de recuperação”, informou o órgão.

“Então, fique atento! Ao apresentar sintomas da Covid-19, #NãoEspere, procure uma Unidade de Saúde e solicite o tratamento precoce”, conclui o Ministério da Saúde.

Segundo a Big Tech, a publicação do órgão nacional de saúde violou as “Regras do Twitter sobre a publicação de informações enganosas e potencialmente prejudiciais relacionadas à COVID-19.”

Comentando o caso, a deputada federal Bia Kicis afirmiu que já é “hora da @AdvocaciaGeral tomar as providências judiciais contra o @TwitterBrasil que está se contrapondo às orientações do @minsaude sobre o combate ao Covid-19!”, informou a deputada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios